Parque Olímpico de Deodoro – Rio2016

Parque Olímpico de Deodoro – Rio2016

De 5 a 21 de Agosto de 2016, a região de Deodoro, localizada na Zona Oeste do Rio de Janeiro, é palco das competições de onze modalidades desportivas nos Jogos Olímpicos: hipismo, BTT, BMX, pentatlo moderno, tiro desportivo, canoagem slalom, hóquei em campo, rugby e basquetebol. Nos Jogos Paralímpicos, são disputadas as competições de futebol de 7, tiro desportivo, hipismo e esgrima em cadeira de rodas.

O Parque Olímpico de Deodoro contava já com algumas áreas de competição permanentes construídas, nomeadamente o Centro Nacional de Tiro, a piscina do pentatlo moderno e o Centro Nacional de Hipismo, necessitando apenas de adaptações. No local foram executadas três novas instalações permanentes: a Arena Juventude, o estádio de canoagem slalom e a pista de BMX.

Após os Jogos Olímpicos, o circuito de canoagem slalom e a pista de BMX farão parte do Parque Radical, que será o legado desportivo do evento para esta região. Com cerca de 500 mil metros quadrados, o parque será o segundo maior da cidade, depois do Parque do Flamengo. As instalações desportivas serão usadas, não só como Centro Olímpico de Treinamento de atletas de alto rendimento, como também como equipamentos de lazer para a população.

A elaboração do projeto e do plano geral urbanístico do Parque Olímpico de Deodoro foi lançado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro no início de 2013 através de um concurso público internacional. A GRAVIDADE, em parceria com a Focus Group, integrada no consórcio projetista vencedor, foi responsável pela coordenação do conjunto das Estruturas, Fundações, Terraplenagens e Vias do complexo e pelo projecto de Estruturas das instalações com colaboração com a empresa Tetraplano.

Fotografias: Brasil2016.gov.br / Heusi Action Images

Local: Rio de Janeiro, Brasil

Cliente: Prefeitura do Rio, Ministério dos Esportes | Focus group

Área de intervenção: 2.5 milhões de 

Âmbito: Coordenação, Concepção e Projecto de Execução

Data: 2013-2015