Reservatório de Sambade e Estações de Tratamento de Águas Sambade, Arroio e Ferradosa.

Reservatório de Sambade e
Estações de Tratamento de Águas Sambade, Arroio e Ferradosa.

As Estações de Tratamento de Água (ETA) Potável de Sambade, Ferradosa e de Arroio, Reservatórios e Condutas Adutoras do Sub-Sistema de Sambade estão integradas no Sistema Multimunicipal de Abastecimento de Água e de Saneamento de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Cada uma das ETAs é composta por diversos edifícios e órgãos hidraúlicos. De um modo geral, os órgãos hidraúlicos estão associados aos processos de coagulação, floculação, decantação e armazenamento de água decantada. Em complemento, existem diversas estruturas para equipamentos auxiliares aos processos.

As estruturas das ETAs são em betão armado, betonadas “in situ”. Os reservatórios e tanques são constituídos por paredes e lajes com as geometrias adequadas a cada fase do processo. Os edifícios são estruturas reticuladas com pavimentos em laje vigada e pilares. As contenções de terras são feitas com muros em betão armado.

As lajes de fundo dos órgãos hidraulicos funcionam como fundação directa apoiada sobre o terreno. Nos edifícios, adoptaram-se fundações directas por sapatas isoladas.

Local: Trás-os-Montes

Cliente: Águas de Trás-os-Montes e Alto Douro | Ramalho Rosa Cobetar

Âmbito: Projecto Base para Concurso

Data: 2005